Uma nova pesquisa da Reading is Fundamental (RIF), empresa ligada à loja de departamentos norte-americana Macy’s, revelou que histórias de o hábito de ler para os filhos está ficando abandonado. O levantamento feito com mil pais procurava levantar os hábitos de leitura em casa. Apenas 33% deles afirmaram ler histórias para os filhos antes de dormir. Já para 50%, as crianças preferem mesmo é gastar este tempo com TV, tablet e videogame.

O que talvez os pais que estão deixando de lado a leitura para os filhos não saibam é que, junto com o hábito de contar histórias, muita coisa se perde nesse momento. E não estou falando só de criar um vínculo com o filho. Ler para seu pequeno é fundamental para o crescimento e desenvolvimento da aprendizagem. Se liga nos benefícios.

1. Cria o hábito da leitura

O hábito de ler para seu filho demonstra o gosto do adulto pela prática, incentivando a criança a se interessar também. O reflexo disso é que os pequenos que leem bastante escrevem melhor e têm muito melhor desempenho na escola.

Para tornar a leitura mais interativa, pergunte ao seu filho se ele gostaria de ler ou contar com as próprias palavras um trecho da história.

2. Estimula a autoconfiança

As histórias ajudam os pequenos a se identificarem com as narrativas e ações dos personagens. Isso contribui muito para que as crianças enfrentem as angústias e dificuldades que farão parte da vida, como a ansiedade, frustração e até o medo da morte.

Você pode deixar as lições ainda mais claras ao ressaltar como foi importante para tal personagem enfrentar desafios com coragem e como isso pode ser feito no dia a dia em situações práticas.

3. Desenvolve a linguagem

Algumas histórias podem trazer termos pouco usados no dia a dia da criança, enriquecendo o vocabulário. Dê abertura para que seu filho pergunte os significado das palavras. Caso não saiba, recorra juntos ao dicionário para achar a resposta mais acertada.

4. Transmite crenças e valores positivos

Muitas histórias contribuem por mostrar a diferença entre o bem e o mal, separar boas e más ações (bem como as consequências delas) e apresentam soluções para alguns problemas.

Tente sempre realçar valores positivos transmitidos, como o respeito ao próximo, o benefício de ajudar o outro, e tente extrair sempre uma reflexão junto com a criança da história.

5. Melhora a compreensão e ensina a ouvir

Uma boa história gera um interesse, este interesse, por sua vez, faz com que o pequeno aprenda a manter o foco.

Sempre que for contar uma história, desligue a TV e outras fontes de ruído em casa. Deixe o ambiente calmo e silencioso. O momento de contar uma história deve acontecer nesse instante, com uma narração feita de maneira clara, sem grande alteração do tom de voz.

6. Cria um vínculo com o filho

O ato de contar uma história para o seu filho cria um vínculo especial com seu pequeno. Este contato faz a criança se sentir muito mais amada.

Quando estiver contando uma história, deixe os celulares distantes e desligados. Mostre para seu filho que seu foco total é naquele momento, com ele.

7. Estimula a criatividade

Conforme o desenrolar da história, a criança acaba imaginando caminhos para a histórias, cenas e desfechos para a narrativa. Tente estimular ainda mais essa criatividade interrompendo a leitura e fazendo perguntas sobre o futuro do enredo.

8. Mostra culturas diferentes

Ler é viajar e aprender culturas diferentes sem sair do lugar. Mostre as diferenças entre a realidade dos personagens (e suas épocas históricas) com a sua rotina familiar. Além disso, sempre ressalte a importância de aceitar e respeitar a diversidade.

9. Ensina como agir diante de situações difíceis (resiliência)

A maioria das histórias apresenta um personagem tentando atravessar alguma dificuldade. Por isso, sempre que possível, tente fazer um paralelo entre as saídas encontradas pelos personagens com coisas que podem ser aplicadas na nossa vida

10. Ajuda a lidar com emoções

Levantar os sentimentos dos personagens e os motivos pelos quais eles tomaram certas atitudes faz a criança compreender melhor a si e as reações humanas.

Tente perguntar a seu filho o que ele faria no lugar do personagem. Isso vai estimular o autoconhecimento e fazer lidar muito melhor com suas emoções.

Comentários