Filho quer processar seus pais por terem o colocado no mundo sua permissão

“Forçar uma criança a vir para este mundo e depois forçá-la a ter uma carreira não seria sequestro e escravização?”

O ativista anti-natalista indiano Raphael Samuel, 27 anos, é dono da página The Nihilanand, e faz parte de um movimento que ganha adeptos no mundo, principalmente na Índia, com pessoas que são contra a ideia de ter filhos.

Raphael vai além de simplesmente ser contra a ideia de ter filhos. Ele quer processar seus pais, embora tenha um ótimo relacionamento, por trazê-lo ao mundo, sem seu consentimento.

“Quero dizer a todas as crianças indianas que elas não devem nada a seus pais. Eu amo os meus pais e temos um ótimo relacionamento, mas eles me tiveram para a alegria e o prazer deles. Minha vida tem sido maravilhosa, mas não vejo porque eu deveria colocar outra vida nessa confusão de ir para a escola e encontrar uma carreira, especialmente porque ninguém pediu para existir”, disse Raphael em um jornal The Print.

Na sua página, ele ainda afirma. “A única razão pela qual seu filho está encarando problemas é porque você o teve”.

Outras pessoas fazem parte desse movimento e acreditam que ter filhos é prejudicial para o planeta, já que ajuda a desgastar os recursos naturais. Assim, para eles, o sexo para procriação deveria ser evitado.

“Não queremos impor nossas crenças a ninguém, mas mais pessoas precisam pensar que querer colocar um filho no mundo agora não está certo. Devemos continuar colocando crianças no mundo e acelerando o processo de degradação ambiental e social”?, questiona o ativista Pratima Naik, dono da página Childfree India.

Olha, até consigo entender o questionamento sobre ter filhos e não poder dar as melhores condições para eles. Agora querer processar seus pais por isso, acho que é muita ingratidão.

Comentários