Chocolate na gravidez pode ajudar no desenvolvimento do bebê

Sabe aquelas vontades que sua mulher tem de cercas guloseimas. Se for chocolate, é melhor você não negar. Isso porque um estudo recente da Universidade Laval, no Canadá, comprovou que comer chocolate durante a gravidez pode melhorar a função placentária e o desenvolvimento do bebê.

É isso mesmo que você leu.

Para chegar a conclusão, a pesquisa inicialmente queria comparar chocolates com alto e baixo teor de flavonoides, que são substâncias que tem a capacidade de diminuir a pressão sanguínea e proteger contra doenças do coração.

Só para você saber, os chocolates meio amargos são riquíssimos nessas substâncias, assim como soja, frutas vermelhas, espinafre e brócolis.

O estudo contou com a participação de 129 mulheres, que foram divididas em dois grupos: as que comeram chocolates com maior e menor índice de flavonoides.

A pesquisa concluiu que aquelas que comeram o chocolate com alto teor da substância apresentaram maior pulsatilidade nas artérias uterinas, que indica melhor circulação sanguínea na placenta e para o bebê.

Para evitar excesso de açúcar no sangue, a indicação é de consumo de chocolate com maior amargor, que tem menos açúcar e proporciona benefício maior ao organismo.

Comentários