Filhos seguem os hábitos de relacionamento das mães

Que os pais devem dar o exemplo em casa, acredito que quase todo mundo saiba. Agora, o que surpreende é um recente estudo que afirma que a influência chega aos relacionamentos amorosos.

Uma recente pesquisa realizada pela Universidade de Ohio (EUA) revelou que os filhos tendem a seguir o exemplo da mãe no quesito envolvimentos sentimentais.

Este foi um dos maiores estudos da área, feito com cerca de 7 mil pessoas durante 24 anos. A conclusão foi que mães e filhos têm números semelhantes de casamentos e parceiros com quem coabitaram.

Ou seja, aqueles que tinham mães que trocavam de parceiros regularmente tendiam a fazer o mesmo; da mesma forma que quem tinha mães em um relacionamento de longo prazo, normalmente fazia o mesmo.

O resultado também apontou que pequenos expostos a relacionamentos de coabitação das mães por mais tempo tinham mais parceiros do que os expostos a menos coabitação. Coabitação entende-se como morar junto, sem os aspectos legais do matrimônio.

Outras pesquisas já demonstravam que pais divorciados tinham maior probabilidades de terem filhos que se separam. Este estudo aponta que todos os tipos de relacionamento influenciam o futuro amoroso dos filhos, e não só aqueles com efeitos traumáticos.

Comentários